Fale conosco:

É verdade que os pets enxergam em preto e branco?

Você já se perguntou como o seu cachorro ou o seu gato veem o mundo?

Já ouvimos muitas vezes que o nosso pet enxerga em preto e branco, mas não é bem assim. Hoje se sabe que eles enxergam em cores, mas não distinguem todas as cores que os humanos veem. A verdade é que enxergam menos cores que os humanos, porém eles enxergam muito mais que nós na escuridão. Eles vêem o mundo de maneira bem diferente da nossa, assim como percebem coisas que não temos capacidade de notar, nós notamos coisas que eles não podem perceber.

Os olhos dos cães e gatos dispõem apenas de dois tipos de receptores visuais na retina (verde e azul), e por isso não podem gerar a gama completa de tonalidades de que dispõem os seres humanos, possuidores de três tipos de receptores para as cores em seus olhos, cada um especializado na captação das três cores fundamentais ou primárias (vermelho, verde e azul). A combinação de todas permite a construção da escala cromática completa. O leque cromático dos pets é mais reduzido do que o das pessoas, porém a visão das cores é menos importante para que eles sobrevivam em seu ambiente. 

Mas os pets enxergam muito melhor do que nós no escuro, apesar de não conseguirem distinguir bem as cores. A visão noturna é importantíssima para os animais que caçam no escuro, por dependerem basicamente da luz da lua e das estrelas. É o caso das matilhas selvagens e das alcateias, cujos uivos, usados também para reunir o grupo para caçar, podem ser mais ouvidos à noite, especialmente nas noites claras. Os caninos, cães e lobos em geral, contam com uma capacidade superior à das pessoas para poder enxergar na escuridão. Esta visão lhes permite realizar a caça noturna com maior eficácia. A visão dos cães é diferente da nossa, mais especializada e adaptada à pouca luz. A visão deles é adequada para o ambiente em que vivem e para as necessidades de sua espécie.

Os gatos ainda têm uma visão noturna superior à dos cães. Suas habilidades para a caça na escuridão são grandes e muito conhecidas. Seus olhos estão especialmente desenhados para enxergar em situações de penumbra e escuridão. Os cães e gatos têm uma estrutura especial debaixo da retina chamada “tapetum lucidum”, que funciona como uma forma de espelho, como uma capa refletiva que intensifica a visão em condições de penumbra. Esta estrutura é a responsável pelo efeito de “olhos brilhantes” que se observa quando muitos animais veem as luzes de um carro ou o flash de uma câmara fotográfica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.