Fale conosco:

Os principais problemas oftálmicos do Dogue Alemão

De origem alemã, como seu nome indica, o Dogue Alemão também é conhecido em alguns países como “Apolo dos Cachorros” ou “Dinamarquês”. O Dogue Alemão é uma das raças mais altas do mundo, tornando-se algumas vezes mais alto até que um humano adulto ao ficar de pé sobre duas patas.

Utilizado nos séculos anteriores como cão de caça e cão de guerra, ele continua com muitos instintos do gênero e por isso sofre com a reputação de ser um cão agressivo. Na verdade, o Dogue Alemão é um cachorro dócil e é um incrível companheiro. No dia a dia, é muito divertido e vai fazer você rir em diversas situações, pois não tem noção de seu tamanho e força e acredita que cabe perfeitamente no colo de qualquer pessoa.

Seus principais problemas oftálmicos são: Olho de diamante e eversão da cartilagem da 3ª pálpebra;

Olho de diamante:

Caracterizado por fissura (abertura) palpebral muito extensa, chamado também de euriblefaro, deixando a pálpebra inferior muito pesada, ocasionando entrópio da pálpebra superior e ectrópio da pálpebra inferior. Pode causar desconforto ocular, olho vermelho, lacrimejamento e até lesões oculares. Requer tratamento cirúrgico através de plástica palpebral.

Eversão da cartilagem da 3ª pálpebra:

Como o próprio nome diz a cartilagem everte sobre a pálpebra expondo-se excessivamente. Pode casar desconforto, lesões da superfície ocular e requer tratamento cirúrgico.    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.